Causas | WWF

Causas



O chamado efeito estufa é um fenómeno natural que permite a existência de vida no Planeta Terra.

É causado por um conjunto de gases que, ao convergirem na atmosfera, provocam uma protecção especial contra os raios solares nocivos e que podem provocar o aquecimento excessivo do planeta. Assim, a Terra consegue manter uma temperatura média global de +15ºC em vez de -18ºC.

Contudo, há mais de uma década, cientistas em todo o mundo ficaram em estado de alerta quando se aperceberam do aumento da temperatura do Planeta a um ritmo sem precedentes. Ao estudarem as causas deste fenómeno encontraram uma relação directa entre o aquecimento global e o aumento das emissões dos chamados gases de efeito estufa provocado pelas sociedades humanas industrializadas.

O principal destes gases é o CO2 (dióxido de carbono) que resulta da queima directa de combustíveis fósseis (carbono, o petróleo e o gás) utilizados na produção de energia e transportes, principalmente.

Desde a Revolução Industrial (finais do Séc.XIX), o CO2 sofreu um incremento de 34%.

Entre outros gases de efeito estufa contam-se o metano e o óxido nitroso, tendo-se introduzido na atmosfera outros gases que antes não existiam, como o CFC e compostos perfluorados. Fazendo com que a concentração de CO2 na atmosfera, nos dias de hoje, supere as registadas nos últimos 20 milhões de anos.

Se o crescimento mundial, o crescimento demográfico e o consumo energético se mantiverem estes níveis, baseando o seu funcionamento na utilização de combustíveis fósseis, e se mantiverem estes graus de consumo, antes de 2050 as concentrações de CO2 terão duplicado para o dobro das registadas antes da Revolução Industrial.

A produção de electricidade é o sector que mais contribui para a emissão de CO2 em todo o mundo, chegando a estar na origem de 37% das emissões mundiais.

Para melhor estudarem estas causas e consequências das alterações climáticas o Painel Intergovernamental para as Mudanças de Clima foi criado em 1988 pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) e o PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio-Ambiente). Nele reúnem-se os maiores especialistas de todo o mundo com o objectivo de darem a conhecer aos políticos a informação científica, técnica e económica disponível sobre esta matéria de forma a apetrechá-los de conhecimentos suficientes que os façam tomar medidas mitigadoras.